23 de fevereiro de 2011

Ruivos,delicadamente lindos...


Acho maravilhoso esses cabelos vermelhos,olhos claros,se eu pudesse seria ruiva..rsrs
De acordo com as estimativas mais recentes, o primeiro ruivo (ou ruiva) surgiu há menos 20,000 anos, muito após o homo sapiens moderno, próximo ao fim da última idade do gelo.
     A história secreta dos cabelos ruivos foi um dos tópicos explorados no “Hair Affair”, um dia de palestras e oficinas explorando a ciência do cabelo, organizado pela Royal Institution e pela L'Oréal, e apoiado pelo jornal Daily Telegraph no último mês de Outubro, em Londres, Inglaterra.
    A seção dedicada aos ruivos é impressionante. Encontram-se lá personalidades como Vincent Van Gogh, Henri Matisse, William Blake, Lord Byron , James Joyce, J K Rowling, Jean Paul Sartre, George Bernard Shaw, Bette Davis, Katharine Hepburn, Marilyn Monroe, Elizabeth I, Rainha Victoria e William o Conquistador.
    Apesar da lenda de que as ruivas são o resultado do cruzamento de loiros e morenos, a cor do cabelo é determinada por fatores mais sutis, genéticos.
    Assim como a cor da pele, a cor do cabelo vem do pigmento melanina e, em particular, de dois tipos de melanina: eumelanina (a forma mais comum), que pode ser marrom ou preta, e feomelanina, que pode ser vermelha ou amarela.
    A cor da pele e do cabelo é o resultado da mistura dos dois tipos de melanina. Pessoas brancas produzem menos melanina que pessoas morenas.


O cabelo preto é composto quase que unicamente de eumelanina, enquanto o cabelo ruivo possui quaswe 100% de feomelanina.


    A melanina atua como um filtro solar, prevenindo os danos causados pelos raios ultravioletas. É pouco provável que esse pigmento tenha surgido como proteção ao câncer de pele, mas pode ter sido decisivo na evolução como agente retaliador de queimaduras, infecções e perda de fluidos.
    O gene responsável pela produção da melanina é o receptor melanocortina 1 (MC1R), descoberto por uma equipe de dermatologistas da Universidade de Edimburgo (Escócia) liderada pelo Prof. Jonathan Rees.















Se alguém possui uma das cinco variedades que esse gene apresenta, e herda essa variedade de ambos pai e mãe, essa pessoa será ruiva. Se herda apenas do pai ou da mãe, ela tem uma chance de ser ruiva. O que surpreendeu os cientistas foi o tempo que levou para que surgiseem as primeiras pessoas ruivas.
    Segundo o Prof. Rees, não se sabe ao certo quando os ruivos surgiram, mas provavelmente foi entre 20000 e 40000 anos antes de Cristo.
    O gene do cabelo vermelho é muito raro nas pessoas de ascendência africana, portanto para que os ruivos surgissem foi necessário que os primeiros homens (que surgiram na África) tivessem migrado para a Europa, o que aconteceu há cerca de 100 mil anos atrás.
    A explicação mais provável é de que possuir cabelo vermelho e pele branca era uma vantagem na época, pois assim as pessoas produziriam vitamina D na pele e teriam menos chance de ficarem doentes no inverno.

    Entretanto, a equipe do Prof. Rees encontrou poucas evidências de que a pele branca e o cabelo ruivo fossem realmente uma vantagem na evolução genética humana fora da África.
    A pista disso veio da análise de condons - seqüências de DNA e RNA que fornecem a “receita” dos 20 tipos de aminoácidos que compõe as proteínas. As seqüências consistem em três pares de DNA - as letras do código genético.





Duas dessas letras são cruciais para a construção dos aminoácidos. Mas mudanças no terceiro par não fazem muita diferença no resultado final.
    Estudando as mudanças provocadas pelo terceiro par, comparadas às mudanças provocadas pelos dois primeiros pares, a equipe do Prof. Rees descobriu quais características genéticas são resultado da seleção natural e quais são meros frutos do acaso. Foi o que aconteceu com o gene do cabelo ruivo. Não há evidência de seleção natural.
    Curiosamente, o cabelo ruivo não é encontrado apenas em pessoas de pele branca. Na Jamaica, existem famílias com pele bem morena e cabelo vermelho brilhante. O gene do cabelo ruivo foi trazido da Europa pelos marinheiros que aportaram na ilha na época do descobrimento da América e que tiveram filhos com os nativos.
    A conclusão dos pesquisadores de Edimburgo derrubou a teoria prévia sobre a origem dos ruivos. Acreditava-se que o gene dos ruivos tinham surgido há cerca de 100 mil anos atrás, com origem no Homem de Neanderthal. Segundo essa teoria, os ruivos teriam surgido antes que o homem tivesse migrado para a Europa.
























São lindos não é mesmo.
bjinhos...
Share this article :

4 comentários:

  1. Poli,
    teve uma epoca q eu queria mto ser ruivo..
    .kakakaka...

    beijao

    ResponderExcluir
  2. Oii, também acho lindo os cabelos ruivos!! um charme né?
    beijão florzinha
    www.sermulhereomaximo.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ah, acho lindo, que coincidência, ontem, encontrei uma prima que é, e adoro os seus cabelos, e ela só vive predendo... Minha mãe falou que ela era lindíssima quando bebê, mas todo mundo estranhava os cabelos vermelhos e a pele cheia de pintinhas...
    Um charme...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Lindo mesmo, é verdade meu bebe é ruivo e onde passamos todos olham.

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar sua opinião.Um abraço fraterno e deixe teu endereço para que eu possa agradecer..Bjs
Obs: não coloque palavrão nessa merda! Obrigado.